• (81) 2119.4160 - fasa@fasa.org.br

QUEM SOMOS

IDENTIDADE INSTITUCIONAL

ilustracao-missao.png

MISSÃO

Promover, patrocinar e apoiar a realização de estudos, pesquisas e projetos de ensino, pesquisa e extensão. Além da prestação de serviços, em especial através de atividades ligadas à educação e à cultura, bem como participar na integração da Universidade Católica de Pernambuco com os diversos meios sociais, políticos e acadêmicos da sociedade.
ilustracao-valores.png

VALORES

  • Exercício da Solidariedade
  • Qualidade no que faz
  • Organização no trabalho
  • Profissionalismo
  • Valorização do ser humano
  • Eficiência
  • Transparência

DE ONDE VEM O NOSSO NOME?

Quem foi Pe Antônio dos Santos Abranches?

Jesuíta, de nacionalidade portuguesa, o Pe. Antônio dos Santos Abranches dedicou a sua vida ao sacerdócio e à educação, através das obras da Companhia de Jesus. Foi professor no Colégio Antônio Vieira, na Bahia e, no Recife, do Colégio Nóbrega. Grande intelectual, foi o fundador e primeiro diretor da Faculdade de Filosofia Manoel da Nóbrega, posteriormente Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da Universidade Católica de Pernambuco, onde ministrou várias disciplinas em diversos cursos.

Com a fundação da Universidade Católica de Pernambuco, em 27 de setembro de 1951, assumiu a Tesouraria desta importante instituição de ensino, função que ocupou até a sua morte.

Com o sonho de oferecer uma educação profissionalizante e de qualidade para os mais necessitados, o Pe. Abranches adquiriu, da Arquidiocese de Olinda e Recife, o Colégio Arquidiocesano, transformado no Colégio de Aplicação Pe. Abranches, em sua homenagem. É nesse prédio que funciona a Fundação Antônio dos Santos Abranches – FASA, cujo objetivo institucional, inspirado na vida desse sacerdote, é o apoio à Educação e à Cultura.
foto-padre-antonio.jpg

PROJETOS

Confira abaixo os diversos projetos da FASA para o desenvolvimento da Educação, Cultura e Assistência Social:

PROJETOS DE PESQUISA CIENTÍFICA
A FASA financia Projetos de Pesquisa Científica com o objetivo de proporcionar aos alunos da UNICAP uma maior compreensão e conhecimento nas áreas de Sustentabilidade Ambiental e Social, Saúde, Educação e Promoção de Direitos Humanos.

Confira abaixo alguns desses projetos:

O uso da Justiça Restaurativa em Casos de Violência de Gênero Contra a Mulher Potencialidade e Riscos;
O projeto tem como objetivos e metas explorar as potencialidades e os riscos da utilização de práticas de justiça restaurativa em casos de violência doméstica contra a mulher, bem como tem por objetivos específicos denunciar a incapacidade do atual sistema de justiça criminal de resolução de conflitos; apresentar a justiça restaurativa como modelo alternativo de resolução de conflitos penais; explorar, a partir da literatura estrangeira, as potencialidades da implementação de programas de justiça restaurativa para casos de violência doméstica contra a mulher; identificar, na literatura internacional sobre o tema, os riscos atrelados à utilização de práticas restaurativa em casos de violência doméstica contra a mulher; refletir sobre os possíveis benefícios e entraves à implementação da justiça restaurativa para casos de violência doméstica contra a mulher no Brasil.

Urbanização do Recife: adequação e ruptura do sistema de suporte urbano;
O projeto tem como objetivo conhecer o sistema de suporte urbano do Recife, por meio de estudo dos loteamentos aprovados pela prefeitura da Cidade do Recife entre 1910 e 1980, bem como conhecer o sistema de suporte viário do Recife (malha viária, traçado urbano e dimensão de ruas, quadras e lotes) por meio dos loteamentos aprovados pela Prefeitura do Recife (1910 a 1980); conhecer o sistema de suporte de saneamento do Recife (cobertura e dimensionamento da rede de abastecimento de água potável e de esgoto); e criar as bases para a futura análise sobre a relação entre o sistema de suporte urbano do Recife atual e carga de urbanização gerada pelas transformações tipológicas em curso: adequação e ruptura do sistema de suporte urbano do Recife.

Polícia, Mulher e Tráfico: Identificando o Fundamento do Discurso Punitivo na Cidade do Recife;
O projeto tem como objetivo compreender como as polícias no Recife atuam na seleção das mulheres traficantes usuárias de drogas, para a criminalização, bem como compreender a atuação policial no aprisionamento de mulheres por tráfico de entorpecentes; mapear características e identificar quem consideram “elemento suspeito”; identificar as circunstância que levam ao enquadramento da pessoa como traficante ou usuário; verificar se, na atividade policial, atuam estereótipos de raça e gênero; identificar o perfil socioeconômico de mulheres presas em flagrante de entorpecente (tráfico e uso); elaborar indicativos de ação da polícia na abordagem de tráfico de entorpecentes de mulheres; apontar estratégias de redução da população encarcerada.
PROJETOS DE EXTENSÃO
PROJETOS CULTURAIS
PROJETO EDUCACIONAL

  81 2119-4160

  81 9.9634-1422

 
HORÁRIO DE ATENDIMENTO
Seg a Sex | 8h às 18h